Dias como esses.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

 

Tem dias que dá vontade de não fazer nada.
Só de ficar com o corpo largado.
Olhando para o vazio.
Desafiando o tempo passar.
Tem dias que o que se quer é, mesmo, não existir.
Sair do lugar onde se vive,
Sem ir para nenhum outro.
Simplesmente… sumir!
E é nesses dias que um certo nó na garganta aperta.
Por qualquer coisa os olhos se enchem de água.
Fazemos de um rato um elefante.
Que com sua enorme pata pisa na gente.
E ai vontade alguma já não existe.
É nossa alma se retraindo.
O espaço ao redor cada vez mais infinito.
E a dor dessa proporção insuportável.
Nessas horas, as vezes, se reza sem fé.
Implorando baixinho por ajuda.
Mais ninguém ouve.
Estamos só.
Mas esses dias, como todos os outros passam.
Ou será que somos nos que passamos por eles ?
Mais com certeza, todo mundo passa.
Passa por um dia como este.

1 comentários:

Mariana Cabo disse...

Esse texto é da Liliane Prata, não é?!